Google+ Badge

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Hei de voltar

Hei de voltar pra minha infância bonita
Pra brincar de felicidade
Sonhar como se fosse cinema
Amar a todos de verdade
Repetir algumas manhãs, com sol nascendo pelas janelas
Ter uma porção de porquês, descobrir as respostas mais belas
Ter medo de escuro e do bicho papão
Um sorrisinho ressabiado
Buscar alguma proteção
Pedir que fiques ao meu lado
Te imaginar como príncipe encantado
Amar sem confundir a paixão
Ser rica de aventuras
Comer mil gostosuras, sem se preocupar com o peso
Não esconder nenhum segredo
Só coisas pra aliviar
Meus tesouros serão meus brinquedos
Nada mais desejo que não seja:
Brincar…
Brincar…
Brincar...

Janaina Cruz

6 comentários:

  1. A brincadeira que sempre levamos mesmo depois que crescemos é de fazer projeções...Teimamos em fazer isso até depois de adultos. Coisa chata. Sejamos crianças sempre!

    ResponderExcluir
  2. Tambem eu um dia ei de voltar á minha infancia bonita e nostálgica.
    Até lá...Enfim até lá.
    Partilhei este belo e maravilhoso poema em minha página do facebookhttp://www.facebook.com/profile.php?id=100000803019643.
    Manuel Aldeias

    ResponderExcluir
  3. Ora,feche os olhos e não demorara muito pra que isso aconteça.A infância é a única época que nunca se ausenta por completa,é a dona da maioria das marcas em nosso presente.E mesmo parecendo distante,habita sempre uma criança sorridente em nosso interior,as vezes ela manifesta-se em algum sorriso, ou alguma bobagem inocente.Sinta isso.

    ResponderExcluir
  4. Oi, obrigado pelo comentário, e parabéns pelo teu blog,lindos teus escritos. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. rsrs até eu queria voltar... nada me preocupava a nao ser brincar

    ResponderExcluir
  6. belo poema!

    paradoxos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...