Google+ Badge

sexta-feira, 15 de julho de 2011

( Montagem feita com imagens encontradas da net)

A poesia que postarei hoje é do meu filho Nícolas, ele tem 14 anos, mas uma maturidade invejável, vislumbra o mundo com olhos de quem sabe traduzir o intraduzível! E não é rasgarão de seda de mãe não hein? Rs




O amante do anjo, a flor do demônio está morta

Você retornará,

Porque eu queimei o seu sexo.

Oh, como eu te amo,

Você pode sentir a minha alma devorando a sua?

Eu matei o meu coral de fênix pra te ouvir morrer,

Como o cavalo queimando na chuva.

Oh, afine sua vontade de sentir...

Você levantará,

Porque nós nunca estaremos mortos, de fato, meu anjo.

Você ama como eu sinto a dor?

Você se machuca,

Quando o prazer de seus olhos escondidos é achado...

Eu te machuco, porque...

Você ama?

E, eu te corto com o meu corpo,

O qual você delira por ver,

O qual você não tem coragem de ser...

Então, seja comigo...

Faça, amor, derrube-me,

Mova-me pelo prazer da especialidade e do silêncio sutil do grito...

Então mova-nos pelo prazer da especialidade e do silêncio sutil do grito.

Roubados pela vontade de uma só doença,

Você acordará...

Não haverá mais cortes sem fogo.

Oh, eu te amo.

O que você quer fazer comigo?

Eu te amo?

Eu acredito na escravidão eterna,

Você acredita no Deus...

O contrário é o contrário, é...

Então, vamos nos construir quando ele sair pro suicido dos figurantes...

Oh, e eu te amo.

Você se imortaliza,

Roubando meus olhos.

Você morre e,

Sua respiração é lentamente fumada,

E eu, como se eu...

Tivesse o direito de dizer, :”Eu te amo!”


(Nícolas Anderson S. Tavares\11\07\11\Segunda\Madrugada)


8 comentários:

  1. Amiga Janaina, muito bonito o poema postado.
    Um abraço fraterno. Tenha um bom finds.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Janaina,
    olha que fiquei impressionada
    que imagens!
    com certeza que não é coisa de mãe sua opinião
    parabéns para o Nícolas e pra você(s)
    beijos, querida

    ResponderExcluir
  3. Valquiria

    Quem fez essa poesia foi seu filho número dois?
    Ele puxou a mãe com pleno domínio das letras.
    Jana você está de parabéns, que Deus abençoe a sua família. Um beijam pra Nícolas um jovem e brilhante escritor.

    ResponderExcluir
  4. AOS MEUS OLHOS, O POEMA FICOU PERFEITO, MUITA ORGANIZAÇÃO. É UM GÊNERO POÉTICO DOS MAIS COMPLEXOS.
    PARABÉNS PELO DESENROLAR LÍRICA QUE DELE SOÇOBRA.
    ABRAÇOS POÉTICOS.

    ResponderExcluir
  5. Jovem Nicolas, li e reli e fiquei encantado, escreva sempre

    ResponderExcluir
  6. Temos um novo poeta..!!!! parabéns! Janaina
    parabéns pelo seu filho, Talento!!! Nicolas
    continue...estarei atento.

    ResponderExcluir
  7. Amiga,



    Tem melodia nos belos versos! Adorei, viu? Parabéns Nicolas!

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...