Google+ Badge

segunda-feira, 11 de julho de 2011

( Eu, brincado de ser artista, entre a lente e o poema )

O corpo do poema

Parece ensanguentado

Mordido a superfície.

São os dentes de leite que não o deixam em paz

Havia contração nas palavras e um ímpeto sísmico

A cortar-lhes as densidades.

E o amor murmurava volátil e felino

quase Ileso e cerrado…

Entrando na alma como uma canção.

A canção do poema lido, comido

Carmomendo a maleável solidão

É nesse instante que pegamos a pena

Tentamos inventar novas palavras

Observamos as mordidelas

E já nem sabemos o que mais queima

Se somos nós, ou se é a poesia.


Janaina Cruz


Este poema foi inspirado numa poesia de Jorge Pimenta

31 comentários:

  1. Um conjunto perfeito, querida. A inspiração resultou num belo poema.

    abraço
    oa.s

    ResponderExcluir
  2. Janaina...um tecer de palavras... sentimentos da
    alma...em dias de festa..palavras que escorrem
    inventando sabores...conotações diversas...
    faz bem aos nossos sentimentos. Obrigado amiga
    de letras, A Paz a você e a todos os seus.

    ResponderExcluir
  3. tuas palavras sâo suaves perfumes

    acordas almas despertas compaixâo

    sou teu peregrino


    beijo e poesia!!

    ResponderExcluir
  4. Nós e a poesia...
    Os poetas são sempre acessos.
    Efervescentes, luminosos.
    e as poesias doces e amargas, sempre tem calor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Danças de palavras que formam um balé de sensações...
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga,

    Espetacular a foto e o poema! O seu talento e criatividade resultam sempre em maravilhas para seus leitores. Obrigada!


    Beijos com carinho e linda semana amiga.

    ResponderExcluir
  7. Ahh Jana!! Finalmente vou conseguir postar por aqui!!!
    Devoras as palavras como suculentas maçãs e as transformam em doces poemas!!
    As fotos estão lindas, os poemas perfeitos!
    Abração!!

    ResponderExcluir
  8. Janaína, quantas saudades tenho quando aí estive...
    E bem pertinho de Brejo Santo.
    Gosto do teus poemas, sinto todo o requinte nas letras que os tornam tão delicados e tocantes.
    Também te sigo e agradeço tua presença no Vozes.
    Um fraterno abraço, beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Janaina

    antes de mais , parabéns pelo blogue. :)
    Gostei do que li .

    Gostaríamos muito que desse uma "vista de olhos" no projecto DVB-Digital Video Book.´- de saber a sua opinião, e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.


    \"Transformamos\" os seus poemas, textos ou pensamentos (já editados em livro, ou não), num DVB, uma ideia original da - Pastelaria Studios Productions -

    O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

    http://pastelariaestudios.blogspot.com/

    Para nós, a sua visita e o seu parecer ,é muito importante .


    É exactamente isso, os seus poemas seriam \" trabalhados \" em DVB . Um livro que se vê como um filme!

    Penso que se adequa , na perfeição, aos seus textos , poemas e pensamentos...

    Não somos uma editora,prestamos, essencialmente, um serviço criativo.

    A minha sugestão seria, enviar-nos os seus \"registos\", e nós faremos um orçamento.

    Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante , queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas mesmo que essas estejam na gaveta.



    Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida… estamos por aqui.

    Um abraço, um obrigada


    Teresa Maria Queiroz

    pastelariaestudios@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Jana

    seu blog é show, to seguindo.
    Adoreiiii, vc é criativa.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  11. Realmente não sabemos se a poesia manda os versos ou se nós os inventamos, belíssima figura poética. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  12. São tão lindas suas palavras Janaina!

    receba meu abraço!

    ResponderExcluir
  13. Janaina,

    Lindo momento de inspiração.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  14. amei..muito bem estruturado mexeu aqui com o meu eu..bjs e um bom dia..

    ResponderExcluir
  15. Quando sentimos amor, nos misturamos a poesia, somos a própria poesia tatuada na alma, mordida em desejos...grande beijo de bom dia pra ti.,

    ResponderExcluir
  16. Oi Janaína,
    Vi que você comentou no meu blog (Soturna Primavera). Tô passando por aqui pra agradecer, infeliuzmente não tenho tido tanto tempo quanto gostaria mas, essa semana vem coisa nova.
    Abraços e até.

    ResponderExcluir
  17. Além de escrever bem, as tuas fotos sao muitos boas =)
    Gostei

    ResponderExcluir
  18. Olá Janaína... primeiramente quero agradecer-te pelas palavras de carinho que escreveste em meu blog... não publicarei teu comentário por conter informações pessoais (teu endereço), mas saiba que adorei tuas palavras acolhedoras... Ah, mandarei tua lembrancinha =D

    No mais, tbm vou ficando por aqui... no teu mundo de lindas fotos e belas palavras... estou a seguir-te.

    Abraço no coração!

    ResponderExcluir
  19. danças, encantas e seduz com a tua poesia.
    uma linda semana amiga, ainda encantada com o que li.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. delícia de poema... lido, devorado e sentido.

    parabéns mais uma vez.
    abraço

    ResponderExcluir
  21. "Sinto que serei obrigada a ler todo este blog... com calma, mordida por mordida, com as 150 mastigadas recomendada pelo gastro..."
    Janete Lacerda

    ResponderExcluir
  22. Todo aquele que escreve é um artista e voce interliga as artes e faz bem.
    Assim há que se devorar todas palavras e neste bolo saborear poemas maravilhosos de muita inspiração,assim como voce o fez.
    Lindo demais e criativo Jana.
    Claro que gostei uai.
    Um carinhoso abraço.
    Bju de luz nos seus dias de magia.

    ResponderExcluir
  23. Oi, vim aqui hj pedir um favor...começou a final do Pena de Ouro, me ajudem nessa etapa...=)

    Para votar em mim é só ir neste link: http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com
    nos cometários e votar em "Época boa" de Paula Moraes....Obrigada pelos votos e pelo carinho, desde já agradeço a cada um...=)
    A votação se encerra a meia noite do dia 15/07 - Sexta feira.

    ResponderExcluir
  24. Janaina

    Poeta é aquele(a) que consegue fazer uma pintura formada de Palavras.
    Tens, aqui, um belo Quadro!


    Beijo

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Minha querida

    Aqui estou eu para sentir este belo momento de poesia.
    Estou regressando devagar, mas feliz por poder visitar os amigos e deixar o meu carinho, pelo que me dão.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  26. A poesia sentida e sentindo. Que bonito!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  27. Sem amor não haveria poema
    Velha!! Ele é que faz o mesmo existir
    Cada verso, estrofe ele traz o fogo
    Da paixão a inspiração do coração
    Ah! O amor!! O poema a poeta
    Apaixonada!! Rsrs
    Gostei daqui!
    Posso voltar?
    Ops porque falei isso
    Porque teu poema estar cheio de amor!!
    Quero um pouco vc pode mim dar?
    Rsrs

    ResponderExcluir
  28. Chegar aqui é a certeza de encontrar textos
    de excelente qualidade e imagens idênticas.
    Bj.
    Irene

    ResponderExcluir
  29. Olá Janaina...
    agradeço o carinho e as palavras doces que abraçaram meu coração... saibas que o carinho é recíproco...

    O mesmo desejo a ti... e em dobro!

    Abraço apertado! =*

    ResponderExcluir
  30. belo poema.

    escrever na necessidade fisiológica de respirar.

    gostei deste espaço,

    uma vénia,

    Gavine Rubro

    www.celularubra.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...