Google+ Badge

terça-feira, 19 de julho de 2011

Conto ( Um quase amor )

(Imagem recolhida na net)

Seu nome era Carmélia, tinha incontáveis admiradores, precoce, inteligente, gostava de música e de política, só sobre religião preferia não falar.
Quando viu Carmélia o jovem Caio tremeu, temeu não possuir maturidade suficiente para chamar atenção daquela moça e, de súbito imaginou-a em seus braços, falante, sedutora com aquele baton carmesim.
Tontamente irresponsável seguiu em sua direção, recitando : “ Noites loucas- Noites loucas! / Estivesse eu contigo / Noites loucas seriam / Nosso luxuoso abrigo…” da Dickinson, instigada a moça olhou-o incandescente .
Ele rompeu os seus limites.
Enviesaram-se por noites e noites para desespero e excitação de seus vizinhos, gostava de tudo a menina, nada era assustador ou doloroso.
O roteiro de suas vidas seguia seguia lépido, lívido e ele a queria para sempre, de aliança e papel passado, vendeu sua casinha que recebera de herança , vendeu o carro velho, compraria um romântico sobradinho, cheio de flores e de janelas... Ela pulou em seu pescoço, cobriu-o de beijos sem fim, gritou aos quatro cantos, sem vergonha, sem tremores e medos: “ Aceito! Aceito! Aceito!
Mas a lingua do tempo que o nosso pensamento não alcança, escurecia as cores das alianças, escurecia o desejo e as ardências, onde estaria a louca e adorável Carmélia, com seu gemidos, gozos típicos? Só restou fotografias e lembranças, e algo tépido na balança e nenhuma esperança.
Calou-se a música do sucesso que incomodava ou excitava alguns vizinhos, o carmesim perdeu a cor, desbotou, o sonho acordou, Caio agora é só dor, e Carmélia afoga-se na vodka, o sombrio sobradinho agora é só solidão, a solidão acompanhada que um dia foi uma linda história de paixão.
Nenhum dos dois sabe dizer adeus, não conseguem mais amar, mas deixarem-se também não sabem.

Janaina Cruz

( Gente a Tereza é um gênio, ela transforma nossas poesias em fragmentos vivos, quer algo mais belo que isso? Assistam ao vídeo com uma de minhas poesias, eu achei super perfeito e recomendo! )


28 comentários:

  1. Problema de varios casais por aí.
    Gostei do texto.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Linda história! Amei.
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  3. aiii esta rotina q esmaga e corroi!


    beijao

    ResponderExcluir
  4. Gostei demais desse texto...
    Parece Marília de Dirceu..
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Adorei!!!!
    Recomendo ler: Quase-memória de Heitor Cony.bj

    ResponderExcluir
  6. Uma linda e triste história de amor.Parabéns, beijos

    ResponderExcluir
  7. Gostei.
    Abraços e venha recordar seus "vilões favoritos",

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  8. Esse poema Jana, falado tem um forte apelo!!!
    Li, mas ouvindo deu para sentir a dimensão das emoções que carregas em seu peito!! Mesmo que por outra brilhante interprete!
    Tenho muita honra em tê-la como amiga,ainda que seja virtual, mas aquelas que Deus, coloca a nossa frente para aprendermos a cada dia!
    Sobre Carmélia e Caio... parece que ambos escondem-se do outro, quando acham que não há mais nada a desvendar. Sempre há!!! A bebida poderia ser para selar esse amor.. não despedida!!
    Abração!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Caso comum de transito né amiga?
    Vidas que se desgastam e se perdem.
    Lindo o video, até me inscrevi para a tualizações.
    Umm beijo de luz Jana.
    Otima inspiração.

    ResponderExcluir
  10. O triste fim das grandes paixões... dá um certo medo. Vc escreve mto bem. Adorei!
    Beijos da Marie

    ResponderExcluir
  11. Um casal precisando de algo mais, muito interessante de se ler. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto! Tão apaixonados mas sem ánimo de continuar alimentando o amor.

    Beijos tatuados!

    ResponderExcluir
  13. Minha querida,

    Excelente conto de muitas realidades.


    Beijos com carinho e lindo dia! Obrigada por sua amizade.

    ResponderExcluir
  14. Toda amor gasta! Todo furor uma hora cansa! Mas, existem substitutos! Não para o parceiro. Para o amor!

    Mt bom!

    Bjão!!!

    ResponderExcluir
  15. Adorei!
    Aproveitando pra desejar feliz dia do amigo!

    ResponderExcluir
  16. Minha querida

    Hoje passando para agradecer a tua amizade de sempre e deixar um beijinho carinhoso pelo dia do amigo.
    Tenho um miminho no lado direito do meu blogue.

    Beijinhos
    Rosa

    ResponderExcluir
  17. " A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você."

    feliz dia do amigo, para você terê.

    ResponderExcluir
  18. Lindo texto Janaína! Amor em linhas tortas como todos os amores que não são contados!

    Adorei seu blog, e amei as fotos!
    Recomendo!
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  19. Obrigado pela visita em meu blog.

    sobre o post, me encantei com as fotos..esse poema ia ter 7 fotos dela, mas só consegui colocar 4.As outras 3 virão em outro poema.

    beeeijos

    ResponderExcluir
  20. Menina! que lindo... Seu blog é uma declaração de amor as pessoas, adorei seu estilo, falar sobre pessoas é muito difícil e você faz isso lindamente. É de uma leveza poética que me encanto.
    ps: E olha que eu vim pra retribuir uma visita, mas eu resolvi ficar, é ótimo conhecer pessoas que tem uma visão tão bonita do outro.
    Parabens!!

    ResponderExcluir
  21. Uma excelente história de (des)amor!
    Gostei muito
    Abraço

    ResponderExcluir
  22. belissimo teu blog. adorei, os textos órimos amiga.

    voltarei.

    tenha um lindo final de semana

    beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Mas Janaína, e se... De repente...
    O Amor como num lampejo magistral, derramado em suas vidas como chuva benfazeja vinda lá do Alto, pelas mãos dos querubins, não incendiassem novamente aquilo que era para ser tão lindo e magnânimo?!
    Tudo é possível aos que querem e crerem...
    Não conseguem dizer adeus, mas deixarem-se não sabem... Eis aí a ponta de um laço que pode novamente se emendar...
    Um abraço minha amiga, beijos

    ResponderExcluir
  24. Uau, perfeito o conto e o video, o conto se movimenta de forma que cola na gente o dia todo, feito perfume bom!!

    Beijos Janaina!!

    ResponderExcluir
  25. sempre que entro aqui é um flsh :-) e magnfico o video muito bem produzido. Olha amiga hoje é Domingo dia mundial da preguiça, porisso me desculpe, pois parte do meu coment será no copia e cola. Então primeiramente quero dizer que meu blog principal foi e sempre será minha Ilha e aos poucos fui criando Ilhotas, uma delas o Ostra da Poesia, ele era como uma estação do ano, abria as portas quando do evento Pena de Ouro, após o 5º Pena, que terminou a pouco senti que não poderia mais fazer o Ostra hibernar até o próximo evento, assim, para ele dá apenas uns cochilinhos, semanalmente (nos FDS) vou postar uma poesia de um blog amigo, seguidor, ou que por ai nas ondas me encante, inclusive criei um selo pelo momento... espero que você continue visitando o Ostra e agora não precisa votar, só apreciar a poesia do (a) amigo (a) blogueiro (a). Desejo-te um domingo com poesia e festa, luz e sorriso. ♥☆Jinhosssssssssssssss♥☆

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...