Google+ Badge

terça-feira, 6 de março de 2012

Acontece


Havia no céu, um anjo tecelão, que fiava e tecia a felicidade das pessoas, do sorriso de cada uma delas ele criava fibras, com a ajuda do bicho da seda, na roca, criava destinos. Durante milénios esse fora o seu destino, seus dedos estavam calejados, as cores feriam-lhe a vista.
Agora ele queria sentir, o que sentiam todos os que ele tecia a felicidade, ele queria sentir frio, calor, queria passar horas a vislumbrar o mar, queria sem pressa curtir a liberdade das aves perdidas na imensidão do azul, vendo o mover da vida de todas as pessoas.
Em um dado momento sentiu a paz no olhar de uma garota que amava flores, uma garota de uma espaçonave de orvalhos em cio.
Queria dar-lhe todos os sorrisos, sorrisos de muitas texturas e muitas cores e, lembrou-se de ter quebrado a roca, quando a agulha do desejo espetou-lhe o dedo... Magoou-se, lagrimejou milhões de cristais coloridos que caiam escondendo-se nas sombras do cosmos.
Na urgencia tentou recuperá-los, mas um deles provocou-lhe profundo corte, sangrou quente e palidamente e, ali ficou a esperar que tudo cessasse. Foi então que reparou que onde o sangue caia desenhava o rosto daquela garota...
Ele sorriu, sorria de verdade pela primeira vez, não mais timidamente, não mais sentindo-se profano, sorriu um sorriso de vida.
E a vida passou a fazer morada nele, uma vida humana, fiada pelo olhar de uma mortal.

Janaina Cruz

6 comentários:

  1. Lindo! Que talento! Adorei muuuuito!
    Quero um anjo desses para mim!
    Muitos bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindo de viver querida...
    Adorei...vc está de parabéns...

    Boa semana...bjs...

    ResponderExcluir
  3. Lindo por demais seu texto.Parabéns.Beijos

    ResponderExcluir
  4. Uma alegoria de um renascimento lindo... que aconteceu!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...