Google+ Badge

terça-feira, 22 de novembro de 2011

As coisas quando somem

São engraçadas todas coisas quando somem

Um certo par de brinco que deixou o outro sozinho

O desconhecido que sorria sem ter nome

Aquela blusa branca e rosa de lacinho

Um disco antigo de vinil empoeirado

Um massageador que nunca usava importado

O documentário sobre o lixão do Marcos Prado

Um celular desmantelado, um caderninho enfeitado

As margaridas do jardim da minha tia

Aquele beijo que em sonho me pedias

O nervosismo, o manifesto a agonia...

A lembrança me sorria e, sorrir assim me entristecia...

Janaina Cruz


20 comentários:

  1. Existem até aquelas coisas que somem e nem nos damos conta! :)

    Gostei do poema.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Minha querida

    O que não consegue desaparecer são as recordações...essas ficarão para sempre num canto do nosso peito.
    Lindo como sempre ler-te.
    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Muy bonitas tus letras, es un placer leerte,
    un poema bien labrado.
    tienes un bello espacio.
    feliz semana.

    ResponderExcluir
  4. olá amiga .. acho que nunca me cansarei de ler suas palavras tão magnificas .. de um jeito sutil voce rompe as barreiras da realidade e provoca no meu coração uma ânsia de viver cada dia mais ...

    Belo poema .. muito inspirador ..
    parabéns !
    bjus
    t+

    ResponderExcluir
  5. Essas coisas, se somem e são do bem, ficam guardadas lá no fundinho do coração. Se são do mal, vão para a lixeira da nossa mente. Linda a postagem, Janaina, como sempre.

    ResponderExcluir
  6. Gostei dos versos lindos e meigos deste post. Neste desaparecimento de coisas, apareceu a doçura do teu poema.
    Um abração. Tenhas um bom fim de tarde e uma linda noite.

    ResponderExcluir
  7. Muito belo, estou com saudades de ti, tenha um belo dia, beijos !!!

    ResponderExcluir
  8. ...coisas
    que passaram
    mas continuam...

    bj

    ResponderExcluir
  9. Minha norinha querida...
    Obrigada pela tua mão estendida num momento tão triste em minha vida!
    Por favor...arme uma cilada para meu filho...preciso de tu em nossas vidas...rsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  10. Bela construção e que nunca suma de nõs a vontade de amar e esperar pela manhã de paz.Lindo amiga.Abraço.Bju.

    ResponderExcluir
  11. Ah, que melancolia bonita...Me fez lembrar de várias coisas que se perderam no tempo.

    Um beijo, Janaína.

    ResponderExcluir
  12. Pois é, ainda há dias só descobri um brinco do
    par que já não há. Para onde terá ido, não sei!!! Deve ter-se fartado de mim e foi passear.
    Desejo esteja bem.Bj
    Irene

    ResponderExcluir
  13. Algumas perdas acontecem e a gente nem percebem, mas há de concordar que coisas ruins também se vão e a gente nem se dá conta. Importante é usar a peneira do bom senso, separar o joio do trigo e deixar ficar na mente, só o que deu prazer. Parabéns, u mtexto triste... e lindo. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Algumas perdas acontecem e a gente nem percebem, mas há de concordar que coisas ruins também se vão e a gente nem se dá conta. Importante é usar a peneira do bom senso, separar o joio do trigo e deixar ficar na mente, só o que deu prazer. Parabéns, u mtexto triste... e lindo. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Que lindo!

    As suas palavras são deliciosas de ler!

    ResponderExcluir
  16. Tantas pequenas grandes coisas que ficam para sempre gravadas no nosso coração. Lindo!
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  17. O problema na maioria das vezes é a importância que surge depois que somem rsrsr

    ResponderExcluir
  18. Lindo post, me trouxe muitas lembranças!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...