Google+ Badge

terça-feira, 11 de janeiro de 2011







Retrovisor

Para entender o que passou
Eu preciso de retrovisores
Preciso deformar o caminho para poder entende-lo
Ver detalhes pelo avesso
O amargo do fruto doce
Coisas grandes tornando-se pequenas...
Com olhos crus inverter os riscos
Os rabiscos que o riscos me trouxeram
Enxergar o que agora pareça-me invisível.
Para trás fica a poeira
Ficam cheiros e vertigens
E um pouco de mim
Um corpo inclinado à procura de não sei quê
O céu agora está aberto
Parece que não vai chover
Mas para onde mesmo estou olhando?

Janaina Cruz

( Leia o poema de baixo para cima também...)

........................:*:........................

*Gente, ganhei uma caricatura do artista plástico Eduardo Lunardelli*


Está linda de mais não está? rs
Toda quinta feira ele faz uma nova vítima, cuidado!!!








........................:*:........................

*Estarei ausente por uns dias, mas logo volto para visitar a todos , Abraços e que Deus esteja com todos vocês.*


111 comentários:

  1. Gostei bastante da idéia apresentada nesses lindos versos.

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  2. Linda a fotografia do retrovisor!Gostei mesmo!!!
    E a sua caricatura ficou demais!

    beijos em você, menina dos olhos absurdamente fantásticos!Que azul maravilhosooooooooooooooooooooooooooo!!

    beijos com meu carinho!!

    Bia

    ResponderExcluir
  3. Adorei...

    "Preciso deformar o caminho para poder entende-lo"...

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela sua visita ao meu novo espaço.
    Falta-me saber tanta coisa. Dominar.Estou sempre
    com medo de fazer mal/estragar.
    Estes seus separadores são lindos. Cedia-me
    o código?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá Janaina!.. Passando para uma visita e aproveito para ver as coisinhas novas daki [:)]

    Beijocas em seu coração...
    *verinha*

    ResponderExcluir
  6. O prazer deste assassino é fazer as pessoas felizes! Obrigado pelo post.

    ResponderExcluir
  7. Olá Jana

    Realmente temos muito em comum. A janaína mão do Gabriel é minha filha. O seu Biel é lindo, parece um príncipe.
    Adorei te conhecer, assim estaremos sempre trocando experiências aqui na blogolândia.
    Boa viagem!!!

    Bjooooooooooooo.............

    ResponderExcluir
  8. É, muitas vezes precisamos de retrovisores para enxergarmos melhor!!!
    Adorei a sua caricatura.

    Beijos e volte logo.

    ResponderExcluir
  9. Realmente, Janaína, às vezes a gente tem que se por diante de um espelho e ler a vida ao inverso. Talvez que fazendo assim, alguns inversos dela, ao virarem avessos do avesso, possam ser finalmente compreendidos.

    Belo texto, poetisa, meus parabéns! e muito obrigado pelos generosos comentários que sempre tem aos meus modestos textos poéticos.
    Parabéns pela caricatura!

    um grande abraço.
    André

    ResponderExcluir
  10. Muito linda a fotografia...
    E a poesia, então, nem se fala!!!
    Adorei o jogo de palavras...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Obrigado por seguir o HBC HD, pois já estamos te seguindo. Não deixe de nos visitar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Janaina?! Estará você diante da retrospectiva!?
    - Não tenha medo, as apresentações foram impecáveis. Sucesso!!! Vire o versos aos avesso e saberás estar olhando para as cenas precaveis!

    (Se tiver erro de gramática avise-me pelo e-mail no perfil grato.)
    abraços!...

    ResponderExcluir
  13. Janaina minha amiga, descance... olhando no
    espelho do seu coração... Olhe para O Caminho
    e vá em frente!...em seu caminhar

    ResponderExcluir
  14. gostei mto!
    retrovisor é essencial
    bom descanso
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Começando pela fotografia, preto e branco é uma arte refinada, penso assim. O poema termina com uma interrogação, e agora? pelo retrovisor ficam sempre pedaços das vivencias marcantes, O amargo do fruto doce e tudo tem um avesso. Poetisa muito lindo teu poema, eu também quando saio das tuas escritas fico a mil inspirado pela sua sabedoria nata, coisa que não se pode ensinar, é um fascínio ler você. Caricatura linda..... Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Me rendo a tuas palavras. Bravíssimo!
    Bjo e paz.

    ResponderExcluir
  17. Lindo mesmo seu poema, é muito bom ler você,beijos.

    ResponderExcluir
  18. Seria ótimo se pudéssemos reviver coisas boas, mesmo que através de um retrovisor , lindo, lindo

    ResponderExcluir
  19. Olá Janaina...

    gostei muito desta poesia ...
    bela caricatura ... captou sua real beleza na simplesidade do traço ...

    bjus
    ate o proximo comentário ...

    ResponderExcluir
  20. Olá Janaina. Seu blog também é uma delícia. Adoro passar aqui. A poesia é maravilhosa, uma brisa fresca de verão. Um super abraço!

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Deixe-me riscar este pedaço de vida como se faz num rascunho... É isso, não é?
    Mas a marcha atrás não se aplica à vida...
    Aplica-se a este poema que, também por isso, é muito bem conseguido.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  23. Janaína,

    bela imagem do passado que nos acompanha como imagem simultaneamente presente porém em permanente despedida - pois em revisão/transformação pelo nosso olhar interior...

    Também já te sigo,

    abraços e bons caminhos!

    ResponderExcluir
  24. Oi =) boa tarde, li seu comentário no meu blog (= trabalho com blogueiros, se precisar dos meus serviços é só avisar e conversamos quem sabe fechamos negocio =^.^= bjão no ♥

    ResponderExcluir
  25. Querida amiga,

    Achei sensacional!!! Pelo conteúdo e a forma indicada. Ahhhh, sou fã! Adorei o presente.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  26. Janaína, obrigada pela visita, querida!
    Adorei o seu frente e verso do Retrovisor e igualmente da carica que ganhou!
    Quando voltar, apareça!

    Felicidades!

    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  27. pelo retrovisor o que se vê é que se viveu!

    ResponderExcluir
  28. Caricarura de mulher bela só pode ficar linda...
    Como o teu poema, é sempre bom,de cima para baixo ou de baixo para cima.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Eu acho que você está olhando para o passado e recordando dos detalhes vísiveis.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Amém - O Teatro Mágico

    Pelo retrovisor enxergamos tudo ao contrário
    Letras, lados, lestes
    O relógio de pulso pula de uma mão para outra e na verdade... ]
    [ nada muda
    A criança que me pediu dez centavos é um homem de idade ]
    [ no meu retrovisor
    A menina debruçando favores toda suja
    É mãe de filhos que não conhece
    Vendeu-os por açúcar
    Prendas de quermesse
    A placa do carro da frente se inverte quando passo por ele
    E nesse tráfego acelero o que posso
    Acho que não ultrapasso e quando o faço nem noto
    O farol fecha...
    Outras flores e carros surgem em meu retrovisor
    Retrovisor é passado
    É de vez em quando... do meu lado
    Nunca é na frente
    É o segundo mais tarde... próximo... seguinte
    É o que passou e muitas vezes ninguém viu
    Retrovisor nos mostra o que ficou; o que partiu
    O que agora só ficou no pensamento
    Retrovisor é mesmice em dia de trânsito lento
    Retrovisor mostra meus olhos com lembranças mal resolvidas
    Mostra as ruas que escolhi... calçadas e avenidas
    Deixa explícito que se vou pra frente
    Coisas ficam para trás
    A gente só nunca sabe... que coisas são essas

    ResponderExcluir
  31. Obrigado por me seguir, bacana seu espaço.
    forte braço!

    Esse ofício de rabiscar sobre as coisas do tempo exige que prestemos alguma atenção à natureza.

    ResponderExcluir
  32. Mto bom, me lembra um poema de Cecilia Meireles que se pode ler de trás pra frente e frente pra trás. Para entender a vida precisamos de retrovisores realmente. Obrigada pela visita e estou te seguindo também

    bjus

    ResponderExcluir
  33. Olá Janaína, obrigada pela sua visita ao meu blog e parabéns pelo seu talento na arte de escrever. Achei muito original você desenvolver um poema que pode ser lido ao contrário.
    Bjs

    ResponderExcluir
  34. Sobre a caricatura tinha mesmo que ficar linda, afinal a modelo que a inspirou é muito linda tambem, sobre o poema, muito bom mesmo parabéns pela postagem, valeu por me visitar, voce esta semdos eguida também baby

    ResponderExcluir
  35. Obrigado por sua visita, adorei (e respondi!) seu comentário e estou te seguindo!

    Beijo grande! :D

    ResponderExcluir
  36. Não poderia deixar de retribuir o carinho.
    Esse poema é muito lindo,o blog é bem acolhedor.
    Parabéns!
    Aguardo mais postagens *.*

    Estou ti seguindo.

    Bjão

    ResponderExcluir
  37. Os seus poemas têm a sutileza da poesias mesclados à necessidade do realismo. Muito bons. Gosto de vir aqui.

    Carlos.

    ResponderExcluir
  38. Adoro ler poemas de baixo pra cima! Lindo!

    Beijos tatuados!

    ResponderExcluir
  39. OIe Janaa!!

    Tem um selinho para vc no meu blog..

    Bjinhooos

    ResponderExcluir
  40. Estimada e Gigante Poetiza Amiga:
    "...Para entender o que passou
    Eu preciso de retrovisores
    Preciso deformar o caminho para poder entende-lo
    Ver detalhes pelo avesso
    O amargo do fruto doce
    Coisas grandes tornando-se pequenas...
    Com olhos crus inverter os riscos
    Os rabiscos que o riscos me trouxeram
    Enxergar o que agora pareça-me invisível..."

    É como vestir a pele de nós e do outro.
    Um poema soberbo, delicioso e perfeito.
    Só concebe a ternura, a magia e o encanto.
    Parabéns sinceros. Simplesmente, sublime.
    Abraço amigo de respeito pelo seu enorme talento poético fabuloso.
    Sempre a estimá-la e a admirá-la

    pena

    Bem-Haja, pela simpatia no meu blogue que adorei.
    Bem-Haja, pela notável e extraordinária poetiza que é e significa para todos.
    Excelente!
    Versos de qualidade e genialidade que "confeccionou" com ternura.
    Adorei.
    Fantástico.

    ResponderExcluir
  41. A caricatura é maravilhosa.
    Quanto a postagem...
    Bem, pelo retrovisosr as imagens distorcidas vão se reconstituindo pelos caminhos...
    Abraços

    ResponderExcluir
  42. Oi janaina,
    Adorei o poema, dos dois jeitos.
    Aproveite bastante a sua folga virtual.
    Bjkas e uma ótima 5ª-feira para vc.

    http://gostodistonew.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  43. Querida, hoje, passo por aqui para contar que o Ferrinho anda aprontando lá no blog! Dá uma espiada pra ver a arte da vez do pestinha! Se ainda não o conhece, acho que gostarás muito dele!

    Bjo e paz, amiga.

    ResponderExcluir
  44. Belíssimo poema, adorei.
    Tantas palavras belas e com tão grande significado, e mais, tambem pode ser lido começando por baixo.

    ResponderExcluir
  45. Minha querida

    Hoje passando apenas para te deixar carinhos...beijinhos e dizer que estou de volta e com saudades.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  46. Olá querida,
    um prazer sua visita, lá no meu cantinho!
    Suas paalvras sao suaves... alimenta! Experimenta ler de baixo pra cima, terá outra percepção! um grande bjo e adorei sua foto! até a proxima

    ResponderExcluir
  47. Mas é preciso manter os olhos a diante. A felicidade está sempre na próxima curva.

    Lindo texto.
    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  48. Hoje eu venho fazer um apelo:
    A Região Serrana do Rio de Janeiro esta passando por calamidade devido as chuvas e precisa de doações.
    Informações de como doar: http://goo.gl/Sv7w3

    Bjs.

    ResponderExcluir
  49. Belas artes! No papel, na caneta, na máquina fotográfica, no espelho, poemas que lemos de todas as formas e cores; de cima para baixo e debaixo para cima. Você exala um perfume raro e de uma arte rara.
    Ao espelho, vejo você diferente, parecem duas imagens com quatro olhos azuis, iluminandos! Um carisma que emociona quem a contempla.
    Parabéns Amiga e que honra tê-la como grande Amiga!

    E.T.: - ... e nos poemas uma beleza ímpar de sentimentos nobres!

    ResponderExcluir
  50. Preciso deformar o caminho para poder entende-lo
    Ver detalhes pelo avesso
    ...
    é disso que eu preciso...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  51. Olá! Vm lhe agradecer a visita e você não está, mas tudo bem, aproveitei e virei de ponta cabeça seu blog, assim como fiz com seu belíssimo poema,rsr... Ficou perfeita sua caricatura, parabéns pelo presente! Tudo muito lindo e aconchegante por aqui! Amei!!! Sigo-a com imenso prazer! Deixo carinhos pra ti, viu? Bjsss

    ResponderExcluir
  52. Ficou lindo o poema...mas gostei mais dele lendo de baixo pra cima...rs
    Tava olhando as suas fotos no canto direito aqui, seus filhos sao lindos viu?
    DEUS abenco sua familia.

    ResponderExcluir
  53. oi flor.obrigada por visitar meu humilde blog
    fico master agradecida!
    amei aqui vou seguir tbm,pode sempre contar com minha marquinha de agora em diante

    bjks

    ResponderExcluir
  54. Sinceramente: LINDA poesia.

    Não esperava encontrar algo assim tão grandioso em uma primeira visita.

    Lerei mais dos seus escritos, mas, de cara gostei MUITO.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  55. Oi Janaina!

    Gostei muito da poesia! Tanto de baixo pra cima como de cima pra baixo, ficou muito bom, parabéns! E concordo, devemos olhar para trás para entender e aprender um pouco mais na construção de um futuro melhor. Muito grato pelo carinho no meu espaço! É um prazer recebe-la, fique a vontade!

    Abraço,

    Thiago

    ResponderExcluir
  56. Ficou super legal o poema, e mais interessante, ele de traz pra frente,,,show,,,grande beijo de bom final de semana.

    ResponderExcluir
  57. Como sempre arrasando nos poemas,né ? Adorei...tanto de baixo para cima, como de cima para baixo,rss... e a caricatura ?? Genial...
    Bjo e tudo de bom para você amada..!!

    ResponderExcluir
  58. Janaina

    Amei teu cantinho e já estou te seguindo também.
    Bjussss e bom fim de semana.
    Sil

    ResponderExcluir
  59. alegoria pura, cara amiga. como o espelho, que aumenta, reduz, distorce e... torce, também o poema entumece e castra consoante o olhar. de cima para baixo, de baixo para cima; de dentro para fora, do verso para o reverso. belíssimo!
    beijos!

    ResponderExcluir
  60. visão

    periférica


    [ou será
    esférica?]



    *foto.grafia
    bem espelhada*

    ResponderExcluir
  61. Saudações Janaina,
    moça, que cor de olhos você tem, parce um céu, ótimas a fotografia e a caricatura.
    parabéns pela construção de idéias, acontecimentos, do tempo, de cima pra baixo, debaixo pra cima, muito bacana
    beijos prati

    ResponderExcluir
  62. Palavras lindissimas e uma criatividade que me surpreendeu!

    Jana, amada, a caricatura é especial e ficou showw!

    Obrigada por teus mimos em meus blogs e deixo-te um beijo especial.

    ResponderExcluir
  63. Tem pessoas que olham mas náo veem nada, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  64. lindo o poema, é complicadinho fazer um de tras para frente. parabéns!

    ResponderExcluir
  65. Gostei muito do teu poema pois retrata o sentir da alma e pelo retrovisor analisas a tua caminhada.

    Bom domingo

    Bjgrande do lago

    ResponderExcluir
  66. Fantástico Janaina!!
    Parabéns. Aii vou compartilhar seu texto com meus amigos, claro que com os devidos créditos!!
    :-)

    ResponderExcluir
  67. Prabéns pela caricatura ,esta lindissima

    ResponderExcluir
  68. Boa tarde Janaina, sua verve ferve de lirismo em suas letras modernas e autenticas, pois no retrovisor tudo se encontra, se encerra e ao mesmo tempo se distancia, tornando o infinito sempre perto, e o concreto que se faz abstrato numa linha que se estreita até se tornar apenas lembrança.
    Felicidades para você, seu par, seus filhos e quem mais estiver ao seu redor. Sei que a partir de agora somos amigos nas letras e sigo você no seu blog.

    ResponderExcluir
  69. HAHAHA bem cool a caricatura.
    Adorei o poema.
    Tenha uma semana colorida!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  70. O poema foi absorvido. Difícil comentar o que só se pode sentir, principalmente para mim que só sei admirar os poetas e não sei compor.

    A caricatura, obra de artista, como as obras que você tem por aqui.

    Boa semana. Beijos!

    ResponderExcluir
  71. Haha, mas é muito criativa e talentosa essa mocinha modeuzi rs... Nossa, amei Jana, perfeito. meu prazer em ler-te sempre... Passadinha pra matar a saudade das suas ideias... Meu carinho a ti! Doro!

    ResponderExcluir
  72. Janaina parabéns flor ... você só me surpreende linda a poesia do retrovisor! Muita luz a voçê e toda sua família linda!

    ResponderExcluir
  73. Esplendoroso!
    Parabéns, minha querida!!

    Uma boa semana para si.

    ResponderExcluir
  74. Que belo! De trás para frente ficou surpreendente! O meu carinho.

    ResponderExcluir
  75. Olá! gostei muito dos seus textos, encontrei seu blog
    nua lista de um amigo, já sou seu seguidor. E adorei
    o desgner do seu cantinho.
    vou colocar em meu blog, um direcionamento do seu
    link para que através de suas atualizações eu esteja te
    acompanhado. bjos e abraços.

    ResponderExcluir
  76. Sua caricatura ficou ótima!
    É importante olhar para trás e observar o q fizemos para melhorar o porvir.

    ResponderExcluir
  77. Que beleza de poema, adorei o fato dele poder ser lido tanto de cima pra baixo quanto de baixo pra cima.


    boa noite!

    ResponderExcluir
  78. Jan,
    obrigada pela doce visita!!

    Com certeza a sua visita me faz feliz!!!

    É sempre bom ter você pelo Reino :) Um Beijo!!!!

    ResponderExcluir
  79. Minha querida,

    Torço sim! Torço pelo amor e felicidade de todos, sempre. E sonhei feliz com este lanche! Obrigada pelo carinho.

    Um beijo e um abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
  80. Muito obrigada por ter visitado meu blog!
    Fico feliz quando alguém novo aparece..
    Gostei muuito do seu também e estou seguindo-o...
    Voltarei sempre também!
    Beeijos!

    ResponderExcluir
  81. De passagem
    para vêr o teu blogue e ler tudo de belo que nos transmites...
    e te enviar um beijinho!

    ResponderExcluir
  82. Sabe seu poema tem um jeito de saudade do que passou, do que nos tocou e ficou ali bem a vista pelo retrovisor de nossas vidas.Beijos.

    ResponderExcluir
  83. Querida amiga

    Tanto no sentido direto
    como no inverso,
    o texto é pleno
    de metáforas e de sentidos.

    Precisamos de retrovisores,
    para entender o que o passado,
    ajudou a nos construir no presente.

    Que sempre haja tempo para os sonhos
    em tua vida.

    ResponderExcluir
  84. Olá Janaina,que belos versos,em cada linha eu me vi refletindo para compreender como fazer para também virar tudo do lado contrário,quem sabe assim eu possa entender onde ficaram certas coisas,certos sentimentos,e certas pessoas.O seu presente,uauuuuuu lindo que bela caricatura,quisera eu ganhar um tesouro destes.Um abraço!

    ResponderExcluir
  85. Um show, uma belezura passear por aqui, vc é mesmo incrível seu texto leva-me a meditar e viajar linha por linha, pra vc bjos, bjos e bjossssssssssssss

    ResponderExcluir
  86. o olhar retrô elucidou os versos.

    Fantástico.

    ResponderExcluir
  87. Adorei o poema! Volte logo :)
    Beijos, Ana B.

    ResponderExcluir
  88. Como é bom está por aqui Janaina...

    Parabéns mesmo!

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  89. O que dizer da saudades, nada, a não ser que a sinto, onde esta e como esta, volta e me diga, adorei ler de baixo para cima, maravilhoso, beijos !!!

    ResponderExcluir
  90. Mulher tu és belíssima até em caricatura, linda, linda, linda.

    ResponderExcluir
  91. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  92. E tua poesia é perfeita, de frente pra trás de trás pra frente.
    Pelo retrovisor vemos coisas que deixamos para trás e muitas dessas coisas são eternas, doem para sempre, bem sei disso.
    Os meus retrovisores mostram muitas dores que eu corro para não sentir.
    Volte logo, venha nos encantar com suas poesias, fotografias e desenhos.

    ResponderExcluir
  93. Sou sua seguidora vim ler seus poemas que tanto me encantou.
    Desejo a voc~e muitas felicidades .Uma linda semana beijos mil,Evanir
    www.fonte-amor.zip.net

    ResponderExcluir
  94. Amiga,

    Li do fim para o começo e vice-versa. Criativo, profundo, impactante.

    "O amargo do fruto doce". BELÍSSIMO!

    Parabéns!


    Beijos de ano novo e viva a continuidade da nossa troca!

    ResponderExcluir
  95. Jana: lindo este teu poema escreves melhor do que eu apesar das minhas eternas flores dizerem que gostam dos meus poemas. Ja postei no meu blog Procura da Noite se não gostares diz que eu retiro do meu blog.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  96. Um texto belo, com flexibilidade, que permite a leitura do avesso. Uma reflexão... O reflexo do retrovisor...

    Gostei, viu?
    Beijocas e obrigada pela visita ao meu blog!

    ResponderExcluir
  97. Que belo, é tão encontro...
    Nos encontramos sempre no desaprender das coisas mesmo!

    Super encantado com seus poemas, beijão*
    Obrigado pela visita em meu blog e apareça sempre para prosearmos!!

    ResponderExcluir
  98. Texto lindo.
    Criatividade marcante.
    Sua forma de escrever é doce. Interessante, que ao terminar de ler o texto, ler o avesso acaba, por compreendê-lo melhor.
    Parabéns minha linda.
    Abraços e afagos.

    ResponderExcluir
  99. Original e criativo a leitura em sentidos duplos e inversos do poema

    Bjo

    ResponderExcluir
  100. muito lindo.....

    olha, humildemente agradeço tua amizade, te linkando lá na minha lista de blog, coisa que, devia ter feito há muito!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...