Google+ Badge

sexta-feira, 17 de maio de 2013

O último suspiro, ganhador do Prêmio Luso- brasileiro Melhores Contistas de 2013.




Tentei vencer toda essa escuridão que me deixastes
Acendendo o fósforo,
Mas aí surgia um novo medo:
Que a pequena chama apagasse.
E voltasse a memória anterior de uma não existência…
Filhos que são criados sem pais amadurecem observando
Outras vidas, imitando gestos, desvendando segredos.
As vezes me confundi com a história de outros, sem saber
se era a minha voz que falava ou se apenas ouvia.
Meu coração ainda estava inquieto, eu não consegui te traduzir
Imaginei que fosse amor, as pedras que me prendias ao pescoço
E afundava graciosamente a espera de tua mão ajudadora
Mas tua mão nunca quis me salva, quando tu impunhas teu braço na água. 
Era pra afundar-me… Ainda mais…
E salvar a ti.
Quase cai em sono profundo quando as lembranças das dívidas me despertaram.
E já não tinha mais fósforos, acabaram-se todos.
Inexistência obtusa!
Vaguei olhos na escuridão ao meu redor
Lembrei que no telhado havia uma pequena fenda
Por onde a luz da lua costumava entrar
Acontece que essa noite chove
Os figos logo amadurecerão expostos a beira da estrada
E quase serro  novamente as pálpebras
Quando escuto uma voz no meio do escuro.
Um homem muito grande a minha frente
Olhos e cabelos vermelhos como fogo…
Suas mãos são enormes, porém são frias
Frias como o vento que traz a chuva...
Ele diz: “Você tem uma nova chance!”
E meus olhos começam a ver paredes caiadas
Uma menininha de cabelos longos a sorrir
Ela viu nascer uma manhã leitosa
E estava salva do crepúsculo, lúcida, infinita…
E eu também sorri…
O homem de fogo também sorriu cheio de infância
Estávamos em sinestesia
Deu-me um abraço, olhou nitidamente em meus olhos
Fez amor comigo, como nunca antes fiz
Senti ainda seus dedos emaranhando-se entre os meus cabelos
Enquanto morria cálida, lívida e lentamente.

Janaina Cruz


33 comentários:

  1. Forte e lindo, meche com as emoções
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luna, que Deus te abençoe imensamente...

      Excluir
  2. É por isso oque venceu.. porque é lindo e intenso. Parabéns!!! beijos

    ResponderExcluir
  3. Parabéns meu amor por mais um premio, é só uma questão de tempo, sempre lhe disse isso. te amo muito !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu maior premio foi Deus que me deu: Você meu amor!

      Excluir
  4. Oi Jana!Parabéns,querida poetisa!Vou levar lá pro meu Recanto!Bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu sempre a me encantar minha amiga!!! Obrigada por tudo.

      Excluir
  5. Olá!Boa noite
    Jana
    Parabéns pelo prêmio.Merecido!
    Seu belo texto, lembra-me, porém, a primeira grande experiência de separação existencial, ainda que transitória, coração dilacerado pelo sentimento de separação, condenado à sua individualidade Inconsciente do novo encontro, sofre de morte até que esse se consuma de novo e o salve da privação do amor do outro. Mas enquanto o encontro não acontece, partir equivale a morrer quando a pessoa que amamos se encontra longe de nós. Faz o percurso iniciático de uma demanda que não cessará, até que se descubra que além do muro está o melhor...
    Obrigado pelo carinho
    Bom final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada meu amigo...

      As vezes as boas surpresas vem não importa de onde, mas elas chegam...

      Excluir
  6. Parabéns pelo merecido prêmio e pelo belo poema.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo premio e é uma bela coisa para colocar no cv ou no perfil do blog. :))

    ResponderExcluir
  8. Olá!!!, Deus seja louvado na sua vida, o seu blog e as resenhas são maravilhosos amei sucesso
    já estou te seguindo - OBRIGADO PELA VISITA
    Curta e participe do meu blog e fan page
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. Saudade de tua presença de luz minha amiga...

      Excluir
  10. Um forte abraço!!! parabéns pelos versos e pelos reversos
    Deus te inspire sempre... Deus abençoe a todos os seus, A Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada meu amigo, muita paz do senhor para ti...

      Excluir
  11. Que maravilha parabéns, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  12. Caríssima escritora,

    seu poema consegue operar uma magia no leitor. Você tem o poder de nos sufocar nos labirintos do verso, deixa-nos quase sem ar, como se não houvesse mais esperanças de vida. Mas repentinamente, há uma luz no fim da alma, uma tábua da salvação, e ela é o amor descoberto quase na hora derradeira.

    Adorei. Meus parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, meu amigo, obrigada por tua força, obrigada mesmo...

      Excluir
  13. primeiro pensei em orfandade, separação dolorosa
    em seguida um encontro, prazeres
    texto difícil preciso reler, não quero comentar bobagens

    não conseguiria ler de forma espiritual, meus olhos estão escuros nesse ponto
    pensarei melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ler o meu texto meu amigo, o mais mágico de tudo é a compreensão particular, isso é que me encanta...

      Excluir
  14. Jana sempre escrevendo essas coisas linda! Sucesso sempre :)

    ResponderExcluir
  15. Que belíssima obra, querida amiga!
    Parabéns pelo prêmio, começa a ser valorizada pelo fruto de seu excelente trabalho!
    Um grande abraço e sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  16. Janaína Cruz.
    Não tenho palavras que te possam transmitir a minha emoção pela envolvência que tive com este teu poema e pelo prémio recebido.

    Foi justamente merecido.

    No meu pensamento existe uma certeza ao ler os teus poemas... Que és uma grande Poetisa e uma Escritora do tamanho do Mundo...

    PARABÉNS PELO PRÉMIO E TUDO O MAIS...

    Teu amigo deste cantinho da Europa Porto-Portugal.

    Bjnhs do Poeta Minhoto

    ZezinhoMota

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo prémio muito merecido.
    É sempre bom quando o trabalho de um criador é
    reconhecido.
    Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  18. Querida amiga

    Parabéns.
    É um belo conto,
    que nos faz imaginar
    a cena
    ao lado de alguém
    que adormece ao nosso lado.

    Que os sonhos
    te enlacem a vida.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...