Google+ Badge

segunda-feira, 12 de julho de 2010


Talvez preencha o incompleto

Com as pedras do ciúme

Sentimento errante e incerto

Malabarista lá no culme


Teu olhar se faz sincero

Disso não tenho medo

Mas há também o que não quero

E que se perdem nos segredos


Em minhas mãos chaves errantes

Que abrem portas bem confusas

Revelações tão inconstantes


Que perdi o senso talvez deduzas

Tu gritas entre dentes

As dores que te são inclusas


Janaina Cruz


sábado, 10 de julho de 2010

Pra sempre




Traga-me teus lábios de luz
Teu ar, tua fonte
Tua cruz,
Teu horizonte

Esse cansaço que é todo meu
Esse toque conhecido
Estremecido pelo teu
O olhar vencido, vendido...Bandido


Desejo o que ninguém pode possuir
És tão surpreendente
Por isso passo a te seguir

Infame e contundente
Nesse exprimir
De quem vai te amar pra sempre

Janaina Cruz
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...