Google+ Badge

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Velha imagem


Desculpem-me amigos, desculpem-me

Perdoem-me toda ausência e silencio

As vezes o tempo nos impõe coisas assim

As vezes nos impõem desalento

As vezes nos entorpece

As vezes é só dor...

Tenho com vocês um elo inquebrável

Me farei presente seja como for

Acontece que esse momento

É tempo de deixar silenciosa a minha poesia.

Pelo menos por aqui

Sussurrei algo, e voltarei, não sei bem quando

Nem onde, nem o porque

O que sei é que vejo-me no espelho como uma fotografia gasta

A poesia me enganou, ou eu resolvi me enganar

O engano me trouxe chama e calma

Coisas que carrego entre os dentes

Estarei aberta, esperando o voltar da poesia


Janaina Cruz


( Um abraço a todos )

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...